A importância da comunicação de venda  

Início » A importância da comunicação de venda  

A importância da comunicação de venda  

 
Ao realizar a comunicação de venda o motorista se isenta de futuros problemas com multas ou licenciamento
 

Comunicação de venda - Google

Comunicação de venda – Google


Já falamos aqui sobre o assunto, mas ainda recebemos  muitas dúvidas de pessoas que venderam o veículo e agora estão recebendo notificações de multa ou falta de pagamento de licenciamento. O que acontece é que, na maioria dos casos, a pessoa não realizou a comunicação de venda junto ao DETRAN no momento da venda. Este processo é necessário para que o vendedor do veículo se isente de problemas como pontuação indevida na CNH e atraso no pagamento do Licenciamento.
Como fazer a comunicação de venda?
Após fechar o negócio, o proprietário deve preencher o verso do CRV com os dados do comprador e reconhecer firma em cartório. No Estado de São Paulo, a comunicação de venda é enviada para o DETRAN pelo próprio cartório.
Após a comunicação de venda, o órgão atualiza a Base Nacional do Sistema RENAVAM, o que garante ao antigo proprietário a isenção total de infrações e reincidências de qualquer natureza. Cabe ao novo proprietário providenciar a transferência no prazo de 30 dias.
Não fiz a comunicação de venda, e agora?
Caso você não tenha feito a comunicação de venda e está recebendo os débitos do veículo, a melhor forma de reverter a situação é com um processo judicial.
 
Quer ajuda com a transferência de um veículo? Solicite nosso orçamento aqui.
Gostou desta matéria? Compartilhe com seus amigos.
 

2016-07-20T12:49:42+00:00 julho 20th, 2016|Venda de Carros|19 Comentários

19 Comentários

  1. Dyego 21 de julho de 2016 em 22:33 - Responder

    Olá tudo bem. Ha um tempo atras realizei a compra de uma moto e por motivo de força maior não passei para meu nome e ela por fim acabou ficando parada aqui em casa, hoje resolvi colocar a moto em dia para andar, só que ao deparar com o DUT notei que o mesmo rasgou bem no meio, moral da historia, eu consigo passar para o nome com o DUT dessa forma, se não , consigo usar uma copia autenticada do cartório junto com a original para comprovar sua originalidade? Detalhe, não tenho mais contato com o antigo dono para uma possível segunda via.

    • Despachante.com Despachante.com 25 de julho de 2016 em 12:37 - Responder

      Dyego,
      Não. Você terá que tentar encontrar o antigo dono para que ele solicite a 2ª via. Você pode encontrá-lo por meio de redes sociais ou com a ajuda de um advogado.
      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

  2. salvio 23 de julho de 2016 em 18:11 - Responder

    vendei um veiculo dia 29/04/2015 dia 30/04/2015 fui no cartorio reconheci firma fez o comunicado tudo certo ai dia 20/07/2016 chegou um comunicado que o ipva estar atrazado isso poder acontecer e o que devo fazer

    • Despachante.com Despachante.com 25 de julho de 2016 em 14:25 - Responder

      Salvio,
      Sim. Você deve entrar em contato com a dono atual para fazer um acordo com ele e realizar a transferência.
      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

      • gilberto frança 29 de setembro de 2016 em 16:02 - Responder

        Esse acordo consiste em q?
        e se caso a pessoa para qm vendeu já vendeu de novo e não saiba mais onde o veiculo está?
        como proceder?

        • Despachante.com Despachante.com 29 de setembro de 2016 em 18:35 - Responder

          Gilberto,
          Acordo para verificar quem quita a dívida.
          Você terá que tentar encontrá-lo com a ajuda de um advogado ou por meio de redes sociais.
          Obrigada,
          Equipe Despachante.com

  3. André Luiz 21 de setembro de 2016 em 23:37 - Responder

    Em 2009 vendi um carro e não me preocupei em fazer essa comunicação. Um mês depois começaram a chegar multas em meu nome. Quando fui ver o cara não tinha transferido o veículo ainda. Me rendeu muita dor de cabeça.

  4. Ramath 13 de outubro de 2016 em 15:55 - Responder

    Em 2000 fui vítima de um acidente e a seguradora do rapaz que bateu em meu carro declarou como perda total. Passei o veículo para eles e eles me pagaram. Tudo certinho. Porém hoje fui verificar e eles não deram baixa ou sequer transferiram o veículo para a seguradora, constando débitos de IPVA. Não lembro mais que seguradora foi, devido ao tempo do ocorrido. Estou fadado a ficar com esse veículo em meu nome? O veículo provavelmente não existe mais e não tenho mais a cópia do CRV.

    • Despachante.com Despachante.com 13 de outubro de 2016 em 18:33 - Responder

      Ramath,
      Você não comunicou a venda do veículo? Se sim, não tem o que se preocupar. Caso contrário, verifique com a seguradora o que aconteceu.
      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

  5. Isabel Afonso 20 de dezembro de 2016 em 22:20 - Responder

    Vendi uma moto em junho 2016 e o rapaz mora em outra cidade, combinamos que eu faria minha parte no cartorio e reconheci firma e dei o documento pra ele fazer a parte dele na cidade dele.Ocorre que ele não transferiu até agora (Dezembro/16).O que posso fazer pra resolver isto???? Ahh detalhe dia 20 de junho entrei no site do Detran e comuniquei a venda online mas mesmo assim a moto continua no meu nome. Favor me informem como procedo.Obrigado

    • Despachante.com Despachante.com 22 de dezembro de 2016 em 10:55 - Responder

      Isabel,
      A moto continua em seu nome, porém ele é o responsável pelo veículo a partir da data da comunicação de venda. Todas as dívidas e débitos virão em nome do comprador. Não precisa se preocupar.
      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

  6. Rafael Anjos 16 de fevereiro de 2017 em 16:31 - Responder

    Vendi um veiculo, mas a pessoa não efetuou a transferência.
    Infelizmente eu não tenho a copia do CRV.
    É possível eu bloquear o documento mesmo sem a copia do recibo de compra e venda ??

    • Despachante.com Despachante.com 22 de fevereiro de 2017 em 17:32 - Responder

      Rafael,
      Não. Você precisa entrar em contato com o mesmo para comunicar a venda ao DETRAN.
      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

  7. Amilcar Piva 8 de abril de 2017 em 21:21 - Responder

    Olá na agência onde comprei o veículo atrasou a transferência do meu veículo e acabou vindo a multa e os pontos para mim. Como sou primeira agilização se receber essa pontuação na carteira a perco. Gostaria de saber se eh possível recorrer a esta multa

    • Despachante.com Despachante.com 11 de abril de 2017 em 12:26 - Responder

      Amilcar,
      A multa de averbação não cabe recurso.
      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

  8. Eduardo Altobello 22 de maio de 2017 em 10:31 - Responder

    É possível enviar ao Detran (aqui de Alagoas), a minha cópia do ATPV provando que vendi um veiculo pelo correios? Caso positivo quais outras cópias de meus documentos devo anexar?
    Obrigado,
    Eduardo Altobello

    • Despachante.com Despachante.com 22 de maio de 2017 em 17:55 - Responder

      Eduardo,
      Você precisa verificar com o Detran do seu estado como é feita a comunicação de venda.
      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

  9. cassia fernanda 6 de outubro de 2017 em 09:32 - Responder

    Bom dia ! Fiz a venda da minha moto e o comunicado de venda já consta na base de dados do Detran inclusive como restrição interna pois o novo proprietário não fez a transferência dentro do prazo. Devo bloquear o veiculo, estou preocupada com possíveis débitos futuros. Qual a segurança que o comunicado de venda me dá?

    • Despachante.com Despachante.com 10 de outubro de 2017 em 12:16 - Responder

      Cassia,
      Se a comunicação de venda foi realizada, não tem com o que se preocupar. Todas as multas e débitos posteriores a data da comunicação de venda são de responsabilidade do comprador.
      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

Deixar Um Comentário