Valores de multas serão reajustados em novembro

Início » Valores de multas serão reajustados em novembro

Valores de multas serão reajustados em novembro

Saiba quais serão estes reajustes de multas e se previna de surpresas na pontuação e no bolso

Nesta semana, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) sofreu uma importante mudança sancionada pela até então presidente Dilma Roussef. Foi publicada no Diário Oficial da União a lei 13.281/2016, que aumentará entre 53 e 66% o valor das multas de trânsito em todos os tipos de infrações. Além disso, as punições serão ainda mais rígidas para os motoristas.
Esse aumento faz parte do reajuste anual que acontece de acordo com o o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).
Mudanças
Entre as mudanças de valores e pontuação está em infrações de uso do celular enquanto o motorista dirige. Passa de infração média para gravíssima, de 7 pontos. Ainda de acordo com a nova lei, uma nova infração foi criada: quem interromper, restringir ou perturbar o trânsito em via sem qualquer autorização dos órgãos de trânsito, estará cometendo infração gravíssima, com valor multiplicado por 20, ou seja, terá que desembolsar cerca de R$5.869,40.
Está com a CNH suspensa? Clique aqui para resolver agora o seu problema.
Outra importante alteração será em relação à negativa do teste do bafômetro ou exame clínico para constatar a embriaguez. Além de poder ter a habilitação suspensa por 12 meses, o valor da multa subiu para R$2.934,70.
O motorista que estacionar em vagas de idosos e deficientes sem credencial específica, também receberá 7 pontos na CNH, que passa a ser infração gravíssima.

Reajuste de multas

Reajuste de multas

2016-05-13T12:10:28+00:00 Maio 13th, 2016|Multa de trânsito|2 Comentários

2 Comentários

  1. LUIZ CARLOS 19 de outubro de 2016 em 08:45 - Responder

    Gostaria de saber se caso tenha uma multa que estou recorrendo e caso perca o recurso, quando tiver que pagar a multa, ela será aplicada no valor antigo ou será corrigido?
    Grato,
    Luiz

    • Despachante.com Despachante.com 20 de outubro de 2016 em 11:35 - Responder

      Luiz,
      Você precisa verificar com o órgão. Nós orientamos aos nossos clientes que paguem a multa mesmo com o recurso e, caso seja indeferido, o órgão orienta sobre o reembolso.
      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

Deixar Um Comentário