Por que pagamos DPVAT?

Início » Por que pagamos DPVAT?

Por que pagamos DPVAT?

Entre os proprietários de veículo é comum o uso da expressão “seguro obrigatório” ao se deparar com a taxa do seguro DPVAT todo início de ano. Essa expressão não está equivocada, porém, ao contrário do que muitos pensam, o DPVAT não é um seguro para veículos e sim um seguro para pessoas.
O próprio significado da sigla é esclarecedor: Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre. Isso significa que o DPVAT não cobre o arranhão ou o amassado do carro e outros prejuízos materiais, mas indeniza vítimas de acidentes causados por veículos que têm motor próprio (automotores) e que circulam por terra ou por asfalto (vias terrestres), desde que alguém tenha se machucado.
Outra crença equivocada é a de que o seguro só indeniza condutores e passageiros. Na verdade, pedestres que estejam passando na rua ou parados em calçadas também têm direito a receber a indenização, até mesmo no caso do condutor do veículo fugir e ninguém anotar a placa (neste caso, chamado de veículo não identificado).
O seguro DPVAT oferece três coberturas: morte; invalidez total ou parcial; e despesas de assistência médica e suplementares. Os valores de indenização, definidos pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), órgão vinculado ao Ministério da Fazenda, variam de até R$ 2.700 com despesas médicas e hospitalares; até R$ 13.000 para casos de morte, sendo a indenização, neste caso, entregue aos beneficiários da vítima.
No site http://www.dpvatsegurodotransito.com.br é possível verificar os postos de atendimento para entrega do pedido de indenização. O prazo para se fazer a solicitação é de até três anos a partir da data em que o acidente aconteceu.
Ao dar entrada na indenização, é indispensável a apresentação do registro do acidente emitido por um órgão policial competente, ou seja, o famoso boletim de ocorrência ou B.O. Outros documentos também devem ser levados, como o RG, o CPF, comprovante de residência entre outros. Para cada cobertura, há a necessidade de documentos específicos. No site do DPVAT, é possível consultar a relação de documentos para cada caso.
Veja em outro post o que conferir na hora de comprar um carro
 

Redação Despachante.com

2012-11-23T11:53:20+00:00 novembro 23rd, 2012|DPVAT|0 Comentários

Deixar Um Comentário