Documentação Veicular: Entenda o que Significa cada Item

Desde o momento da compra de um veículo, seja ele novo ou usado, surgem muitos documentos obrigatórios e todos têm sua importância. Por isso, é crucial ter conhecimento dos itens que compõem a documentação veicular.

CRV, CRLV, DPVAT…São tantas siglas! Mas, afinal, o que elas significam? É sobre isso que falaremos neste artigo.

O que são os itens da documentação veicular?

A documentação veicular é composta por diversos papéis, cada um relacionado a um aspecto específico da regularização do veículo. Neles é possível encontrar informações completas a respeito do automóvel ou da motocicleta e também do proprietário.

Nem todos precisam ser carregados a todo o tempo, mas devem estar sempre bem guardados e conservados, para o caso de qualquer tipo de consulta. Confira abaixo quais são os componentes da documentação veicular e entenda mais:

CRLV – Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo

O CRLV é o popular “documento do carro”, aquele que deve estar o tempo todo em mãos. É por meio dos dados impressos ali que qualquer tipo de fiscal ou até mesmo a polícia poderá verificar a regularização dos pontos principais relacionados à condução e à estrutura legal que rege seu veículo.

O documento de licenciamento deve estar sempre atualizado. Anualmente, desde que não haja nenhum débito ou multas para quitar, ele deverá ser reemitido. Hoje, não necessariamente você será multado por andar sem o CRLV, mas o que o isenta da multa é o fato de que é possível encontrar os dados no sistema informatizado.

Se em qualquer caso não houver a possibilidade de encontrar esses dados de licenciamento, a multa será aplicada ao proprietário do veículo. Vale mencionar também que, bem como a CNH, o CRLV também só será válido em versão original.

DPVAT – Danos Pessoais causados por Veículos Automotores Terrestres

O DPVAT também é conhecido como seguro obrigatório, e deve ser pago regularmente. O documento indica que o proprietário tem direito a indenização a vítimas de acidentes de trânsito, com invalidez permanente ou morte. Independente da condição (condutor, passageiro ou pedestre), todos que passarem por acidentes de trânsito têm direito ao DPVAT.

CRV – Certificado de Registro do Veículo

Diferentemente do CRLV, o CRV é uma parte da documentação veicular que só precisará ser utilizada no momento em que o veículo for vendido. Inclusive, ele é chamado popularmente de recibo de transferência. Vem anexado ao CRLV e deve ser deixado em casa, sempre em um lugar acessível caso seja necessário.

Saiba mais sobre a importância da documentação de carros no blog do Despachante.com!

2018-06-04T20:54:26+00:00 maio 30th, 2018|Documentação de Veículos|0 Comentários

Deixar Um Comentário