7 Documentos Exigidos Para Transporte Escolar

Está pensando em trabalhar com transporte escolar, mas não sabe ao certo como proceder ou quais são as documentações necessárias para regularizar-se na profissão? Confira este artigo e saiba tudo sobre o assunto!

O que é preciso para trabalhar com transporte escolar?

Trabalhar com transporte escolar pode ser uma ótima opção para quem quer tornar-se um microempreendedor e ganhar dinheiro de forma totalmente autônoma. Porém, é preciso atentar-se para algumas exigências quanto às documentações necessárias, a fim de evitar problemas futuros e acabar sendo impedido de desempenhar essa função. Veja o que você precisa ter em mãos:

  • CNPJ;
  • cópia autenticada do RG;
  • cópia autenticada do CPF
  • folha espelho do IRPF;
  • IPTU do imóvel
  • cópia do contrato de locação ou compra e venda;
  • alvará de funcionamento.

Além destes — que são os obrigatoriedades básicas —, há alguns documentos específicos e variáveis que podem ser solicitados de acordo com a cidade e região de atuação do futuro empreendedor.

É importante lembrar que, para exercer a profissão e trabalhar de forma regularizada com transporte escolar, é preciso possuir carteira de habilitação na categoria D. Caso você ainda não tenha, faça o curso do DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) que, com uma duração de cinquenta horas aula, te capacita para dirigir veículos com mais de oito passageiro, como por exemplo, ônibus e micro-ônibus.

Qual é a estrutura exigida para um transporte escolar?

Para concretizar sua regularização na profissão de transporte escolar, é necessário que o seu veículo atenda alguns requisitos básicos que serão analisados no momento da vistoria pelo DETRAN duas vezes ao ano, como:

  • faixa horizontal de quarenta centímetros amarela, escrito “ESCOLAR”;
  • faixas refletivas abaixo da faixa de identificação (faixa horizontal);
  • lanternas alertando a altura do transporte nas extremidades superiores;
  • tacógrafo com verificação periódica;
  • cinto de segurança em bom estado e em todos os assentos.

Outro detalhe que não pode ser deixado de lado é que o motorista deve ter um registro atualizado acerca de cada aluno por ele transportado, com nome, data de nascimento e telefone.

Gostou deste artigo e está querendo investir na carreira? Conheça o trabalho do Despachante e concretize o processo de regularização sem preocupações ou dores de cabeça! Assim, você conseguirá se concentrar em seu plano de negócio para ter ainda mais sucesso com o transporte escolar.

2019-01-28T18:41:02+00:00 janeiro 16th, 2019|Documentação de Veículos|0 Comentários

Deixar Um Comentário