Como Comprar Carros Usados com Segurança? Entenda os Procedimentos

A opção de comprar um usado é uma boa para quem não tem condições de arcar com o financiamento de um carro zero ou, talvez, esteja comprando seu primeiro carro. Entretanto, para que a aquisição não seja um problema é crucial saber como comprar carros usados com segurança.

Desde a documentação até o estado do veículo, existem diversos pontos de atenção que devem ser considerados na hora da escolha e da compra de um usado. Confira detalhes neste artigo!

Como comprar carros usados com segurança?

Mesmo que esteja negociando com alguém de total confiança, o melhor a se fazer é seguir alguns procedimentos essenciais para garantir sua segurança na hora de adquirir um usado, mesmo em feirões. Veja abaixo:

Verifique a documentação

É muito comum que, por quaisquer razões, o comprador não solicite a documentação do veículo para verificação. Entretanto, isso é extremamente importante para ambos (comprador e atual proprietário). Peça o número do RENAVAM e faça consultas no DETRAN em busca de irregularidades, como impostos ou multas que não foram quitadas.

Além disso, por meio do documento você poderá verificar o número do chassi, que deve bater com o dos vidros, motor, etiquetas nas portas caixa de roda, bancos e motor. Um histórico do carro também deve ser solicitado para verificar possíveis transferências anteriores e evitar problemas de dupla transferência de veículos.

Acorde a forma de pagamento

Muitos compradores acreditam que a única maneira de quitar um usado é fazer um acordo verbal e acertar as parcelas. No entanto, existe como comprar carros usados com segurança maior até mesmo no que toca o pagamento.
É possível, sim, pagar à vista, mas você pode ainda financiar a compra em CDC (Crédito Direto ao Consumidor), que permite antecipar prestações para obter desconto nos juros, que normalmente são altos, e mantém o veículo em nome do comprador, ou leasing, que embora tenha uma taxa de juros menor, mantém o bem sob propriedade da instituição concedente. Isso sem mencionar o consórcio, escolhido por muitos como a melhor opção.

Vale apontar que o ideal para ter segurança na negociação é não fazer nenhum adiantamento de parcelas antes de ver o carro e certificar-se de que tudo está em perfeito estado. Dessa maneira você evita sofrer golpes e outros danos provenientes de problemas no veículo e na documentação.

Faça a transferência

Com tudo acertado é hora de fazer a transferência de propriedade, procedimento mais do que essencial para finalizar a negociação de um usado com segurança. O novo proprietário tem 30 dias para levar toda a documentação exigida até o DETRAN, pagar a taxa e, então, ter o veículo realmente em seu nome:

  1. Certificado de Registro de Veículo original preenchido, datado, assinado com reconhecimento de firma do vendedor e comprador;
  2. Cópia simples do RG/CPF ou CNH (do comprador);
  3. Cópia simples do comprovante de residência (do comprador);
  4. Se o vendedor/comprador for Pessoa Jurídica, será necessário que forneça uma Cópia do Contrato social + Cópia do cartão CNPJ, alegando que as pessoas que assinaram o CRV possuem poderes para venda do bem;
  5. Laudo Veicular ECV, realizado em uma empresa de vistoria credenciada pelo DETRAN.

Caso o procedimento não seja feito, além da multa, o antigo proprietário continuará como responsável em casos de infração e outras questões que envolvam impostos ou documentação.

Para reduzir o tempo e realizar o procedimento com mais facilidade, você pode contar com os serviços do Despachante.com! Em poucos dias retiramos seus documentos e, após confirmação do pagamento, todo o serviço é feito. Você nem precisa sair de casa!

Confira nossos serviços e mais artigos como este no blog do Despachante.com!

2018-10-29T13:43:40+00:00 junho 7th, 2017|Carros Usados|14 Comentários

14 Comentários

  1. Teófilo Moraes 11 de junho de 2017 em 03:30 - Responder

    Realizei em Dezembro 2016 uma troca de veículo no qual passei o meu quitado para a pessoa e peguei um outro de maior valor com o rapaz, mas esse veículo está em nome de outra pessoa e com parcelas de financiamento que eu assumi e venho pagando em dia. Ocorre porém, que mesmo após eu ter pago IPVA 2017 e tudo em dia, o vendedor me procurou e solicitou que eu prenchesse o recibo desse veículo pois iria transferir pro meu nome.
    Fiz conforme solicitado, mas ele não me entregou o documento até o prazo máximo, nem o CRLV 2017 e o outro rapaz no qual o veículo está em seu nome fez o comunicado de venda junto ao Detran.
    O que faço neste caso? Devo acionar a justiça? Pois tenho os comprovantes de pagamentos do IPVA todos realizados em minha conta corrente.
    Obrigado

    • Despachante.com Despachante.com 12 de junho de 2017 em 12:30 - Responder

      Teófilo,
      Ele não irá conseguir transferir para você se não transferir o financiamento também. Provavelmente por isso ele não te entregou.
      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

  2. Ricardo 30 de julho de 2017 em 23:57 - Responder

    Estou dando 02 veículos na base de troca + dinheiro e pegando um mais novo em uma loja de carros, não é concessionaria. Como devo proceder em relação a documentação dos 02 veículos q vou dar de sinal, para não ter problemas posteriores… por favor descrever passo a passo.
    A loja é no mesmo município q resido, Sorocaba.

    • Despachante.com Despachante.com 1 de agosto de 2017 em 11:25 - Responder

      Ricardo,
      Você precisa preencher o recibo de compra e venda em nome da loja e reconhecer firma em cartório.
      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

  3. JEAN 29 de novembro de 2017 em 13:13 - Responder

    Sou de SC e estou negociando um veículo em SP.
    Quais os procedimentos que devo adotar no dia em que eu estiver em SP para concretizar o negócio, para evitar de ter de voltar novamente no futuro?
    Obrigado.

    • Despachante.com Despachante.com 10 de janeiro de 2018 em 16:50 - Responder

      Jean,
      O vendedor precisa preencher o recibo com seus dados e reconhecer firma e cartório. Após isso, você pode fazer o processo de transferência em sua cidade.
      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

  4. Juliano 8 de dezembro de 2017 em 15:45 - Responder

    Estou adquirindo um utilitário dando o meu veiculo de entrada mais certo valor em relação a documentação o que devo fazer antes de efetuar a transferência do valor para a loja

    • Despachante.com Despachante.com 11 de janeiro de 2018 em 15:42 - Responder

      Juliano,
      Você precisa preencher o recibo de compra e venda com os dados da loja e reconhecer firma em cartório.
      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

  5. Andre luis 26 de maio de 2018 em 13:13 - Responder

    Bom dia, gostaria de umas dicas de como proceder em uma troca que irei fazer, tenho um veículo 2006 quitado e vou trocar em um 2007 de valor bem maior que o meu mas esse está com documentos em atraso que irei assumir, faremos a troca de mano sem volta de nenhum dos lados. Essa é a minha duvida qual o procedimento qual os documentos a fazer tipo procuração contrato.

    • blogdespachante 6 de junho de 2018 em 14:25 - Responder

      André,

      Perante o Detran, somente a comunicação de venda é válida para eximir os vendedores de possíveis multas e débitos que venham a surgir após a venda.

      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

  6. Carol 3 de agosto de 2018 em 11:49 - Responder

    Qual valor para transferir para o meu nome? E o valor da vistoria?

  7. Adglelse figueredo 16 de agosto de 2018 em 18:20 - Responder

    Olá estou querendo comprar um carro usado,mas o doc dele vence agora no final do.mes como devo proceder?

    • blogdespachante 21 de agosto de 2018 em 20:56 - Responder

      Adglelse,

      Ao realizar a transferência, você receberá o documento atualizado.

      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

Deixar Um Comentário