Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular – O que é?

Início » Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular – O que é?

Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular – O que é?

Em busca de ajudar você, leitor, na hora de escolher a melhor opção de qual carro comprar, apresentamos o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBE), que mede a eficiência energética de veículos leves, ou seja, que mede o quanto seu carro gasta de combustível e emite CO².
Criado em 2008, o PBE é coordenado pelo Inmetro, em parceira com a Conpet e presta informações úteis ao consumidor na hora de comprar o seu automóvel, estimulando a fabricação e importação de veículos mais eficientes e econômicos. Através dessa iniciativa, o Brasil entrou para a lista de países que desenvolvem programas de eficiência energética e uso correto e racional de combustível em veículos, assim como os Estados Unidos, Japão, Austrália, China, Canadá e membros da União Europeia.

Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular/Google

Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular/Google


A cada ano, mais fabricantes aderem voluntariamente ao projeto os mesmos devem informar valores de consumo energético de, no mínimo, 50% de todos os modelos de automóveis zero km, previstos para a comercialização no período.
A principal ferramenta de informação no PME Veicular é a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia. Assim como eletrodomésticos, lâmpadas, televisões, fogões e fornos a gás, entre outros produtos, os veículos receberam a etiqueta com faixas coloridas de A (mais eficiente eficiente) até E (menos eficiente), que classifica os modelos quanto à eficiência energética na categoria e mostra outras informações, como a autonomia em km por litro de combustível na cidade e na estrada, e a emissão de CO², que é um dos gases responsáveis pelo efeito estufa.
Esse processo faz toda a diferença já que um veículo na categoria subcompacto, por exemplo, que é um dos modelos mais vendidos no Brasil, fazem média de 13,2 km por um litro de gasolina, se forem PBE Veicular. Já os menos eficientes, fazem 9,2 km. No primeiro ano, você economizaria mais de R$900,00 se escolhesse o veículo classe A na etiquetagem. Já em cinco anos, essa economia passaria de R$4.800,00, algo que representa cerca de 10 a 15% do valor do veículo.
Se você utilizar a etiqueta como base na hora da decisão da sua compra, a tendência é que os veículos se tornem cada vez mais econômicos, sendo bom tanto para o seu bolso, quanto para o país.
Clique aqui e veja a tabela completa de eficiência dos carros nacionais e repense.

2013-08-29T08:00:21+00:00 agosto 29th, 2013|Carro|0 Comentários

Deixar Um Comentário