Preço do financiamento varia entre bancos. Escolha a melhor opção

Por Mariana Buccieri
Quando um motorista vai comprar um veículo, nem sempre tem o dinheiro para pagar à vista e acaba optando por realizar um financiamento ao trocar de carro. Ao contrário do que muitos pensam, essa modalidade de compra oferece planos com parcelas mensais que sempre cabem no bolso do comprador. Porém, é importante ficar atento entre as variações entre um banco e outro, que pode chegar a R$6 mil.

Financiamento de veículos/Photoxpress

Financiamento de veículos/Photoxpress


De acordo com um estudo elaborado pela Proteste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor é observa-se que o mesmo modelo de um mesmo veículo pode custar quase o dobro, dependendo da instituição financeira que o consumidor escolher. Vale ressaltar que, essa variação independe do preço pago pelo carro na loja e do valor de entrada também pago no ato da compra.
Realizar uma boa pesquisa é sinônimo de economia para o bolso do brasileiro, por isso, fique atento as parcelas do financiamento que escolher. Por exemplo, se o cliente opta por financiar um veículo, com o preço sugerido de R$31.500, em 24 meses, paga, de entrada R$18.900. Ao escolher o banco A, terá parcelas fixas de R$1.019,77 mensais; já se escolher o banco B, a parcela cai para R$909,79 por mês. O nome que se dá para essa variação chama-se CET – Custo Efetivo Total.
O CET é a variável calculada a partir da soma dos custos da operação, com todas as taxas e juros, tarifa de cadastro, registro de gravame, IOF, entre outros. É possível evitar o desperdício de seu dinheiro se você souber calcular corretamente o CEF de cada opção de financiamento proposto pelos bancos.
Fique ligado nas opções de financiamentos que os bancos oferecem e escolha a que melhor se encaixa com você e seu bolso.
Gostou da nossa matéria? Então comente abaixo.

2013-10-09T08:30:29+00:00 outubro 9th, 2013|Carro, Dicas|3 Comentários

3 Comentários

  1. paulo 8 de janeiro de 2017 em 12:54 - Responder

    muito bom seu artigo

  2. Tiago Miranda 30 de junho de 2018 em 19:11 - Responder

    Olá , eu comprei uma.moto, porém a antiga dona preencheu o documento de transferência em meu nome. Mas eu já estava vendendo a moto, mais eu já queria pegar do nome dela e transferir pro futuro comprador. Mas não deu tempo, ela quis tirar do nome dela.
    Eu quero saber se: como ainda não dei entrada para transferir pro meu nome no Detran ainda, eu posso vender ? Ou seja tem como a pessoa passar pro nome dela estando preenchido no meu nome? Sem ter que passar pro meu primeiro?

    • blogdespachante 27 de julho de 2018 em 17:24 - Responder

      Tiago,

      Não. Tem que transferir para o seu nome e depois para o do novo comprador.

      Obrigada,
      Equipe Despachante.com

Deixar Um Comentário