Cuidados que se deve ter ao dirigir na chuva

Início » Cuidados que se deve ter ao dirigir na chuva

Cuidados que se deve ter ao dirigir na chuva

Assim como todos os anos durante o verão, é comum a presença de presença de chuvas fortes, rápidas e localizadas. Não dá para prever quando e nem onde ela cairá, mas certamente dará o ar de sua graça. Se você for pegar a estrada e for surpreendido por esta visitante, é importante seguir alguns cuidados para não colocar a vida de sua família e a de outras em risco.
Quando se começa a chuva, a atenção deve ser redebobrada, afinal, nos períodos sem chuva, poeira, óleo e graxa se acumulam no asfalto, formando uma pasta, muitas vezes imperceptível. Quando essa pasta se mistura à água, no início de uma chuvarada, torna a pista extremamente escorregadia. A continuação da chuva, normalmente, acaba lavando o óleo da pista, mas esse processo pode levar algumas horas, dependendo da intensidade da precipitação e das condições locais. Por isso, é importante reduzir a velocidade, afinal, se até na Fórmula 1, com pilotos profissionais, anda-se mais devagar quando chove, imagine no dia a dia.
Evite poças d’água, elas podem esconder buracos ou bueiros abertos e podem “frear” as rodas de um lado do carro, levando o motorista a compensar virando a direção no sentido contrário. Ao sair da poça, em vez de manter a linha reta, o carro pode virar subitamente para lado, causando uma rodada e, possivelmente, um acidente.
Mesmo durante o dia ou se a chuva for fraca, acenda o farol baixo. Isso pode até não fazer diferença para que você veja melhor o caminho, mas pode vai fazer com que os outros motoristas vejam você mais cedo. Lembre-se de que vivemos uma era de carros cinzentos ou pretos e que muitos motoristas, em nome de uma suposta segurança, optam por “filmar” os vidros do carro. Falando nos “outros” veículos, cuidado com ônibus e caminhões. Eles costumam levantar uma nuvem d’água capaz de tirar totalmente a visão de quem fica “colado atrás”.
Outro problema muito comum com a chuva é a visibilidade ficar prejudicada por causa dos vidros embaçados. Caso isso aconteça, ligue o ar condicionado, ou o sistema de ventilação e o de aquecimento (caso o seu carro não tenha ar condicionado). E lembre-se de usar o desembaçador traseiro.
Por fim, se o carro hidroplanar (ou “aquaplanar”), isto é, perder a aderência por causa da película de água que se forma entre as ranhuras do pneu e o asfalto, e o motorista sentir que está “flutuando” na estrada, o melhor a fazer é manter a calma. Mudar a direção ou pisar no freio bruscamente poderá desestabilizar completamente o carro e provocar um acidente grave. O melhor a se fazer é manter o volante fixo e tirar o pé do acelerador devagar, em instantes, você sentirá o carro voltar a ter tração e a direção voltar ao seu controle.

Redação Despachante.com

2013-01-14T13:38:09+00:00 Janeiro 14th, 2013|Carro|0 Comentários

Deixar Um Comentário