Carros Autônomos: Como Funcionam e Quando Chegam ao Brasil?

Início » Carros Autônomos: Como Funcionam e Quando Chegam ao Brasil?

Carros Autônomos: Como Funcionam e Quando Chegam ao Brasil?

Um carro conduzido sem motorista? Isso é possível? Hoje em dia, sim. São os chamados carros autônomos, que trazem consigo uma verdadeira revolução na maneira de conduzir. Grandes montadoras já investem montantes enormes de dinheiro na tecnologia, mas tudo ainda é mais dúvida do que certeza, aparentemente.

Será que estamos prontos para isso? Como esses veículos funcionam? Veja neste artigo algumas informações!

O que é e como funcionam os carros autônomos?

Também chamados de veículos robóticos, os carros autônomos são capazes de transportar pessoas e cargas sem nenhuma intervenção humana, ou seja, podem oferecer uma carona, por exemplo, para qualquer lugar, sem a necessidade de um motorista.

O automóvel funciona com base em uma enorme quantidade de sensores de alta tecnologia. Os dispositivos são responsáveis por perceber todo o ambiente à volta do carro e determinar qual é a melhor ação a ser tomada. Tudo é integrado às atividades relacionadas à condução e o design do carro já é projetado para esse fim.

É mais seguro? Quais as vantagens?

Segundo os estudiosos, sim. Por serem controlados por computadores, os automóveis não possuem a margem de erro humano, e poderiam, em tese, realizar ações mais precisas e rápidas, que dificilmente falhariam como pode acontecer, por exemplo, em um acidente em que o medo de dirigir atrapalha.

Acredita-se que, se todos os carros fossem desse tipo, não haveria mais trânsito ou filas intermináveis em estradas, já que eles teriam uma comunicação entre si que favoreceria a boa condução.

Porém, há controvérsias. Um famoso caso aconteceu há algum tempo, em que um carro autônomo testado pela Uber atropelou uma mulher nos EUA. O ocorrido acendeu um alerta para quem estava empolgado com a tecnologia, e empresas como a Tesla colocaram um pé atrás.

No entanto, os investimentos e a vontade de gerar um novo mercado não sumiram, só passaram a ser mais cuidadosos. Os testes da Uber pararam de ser feitos nos EUA, e só em breve voltarão à ativa.

A Google, por exemplo, já tem sua própria marca de carros autônomos: a Waymo.

Existe no Brasil?

Ainda não, e provavelmente irá demorar mais do que se imagina.

Um dos principais motivos é realmente o mercado brasileiro, que de fato não está pronto para receber uma tecnologia como essa. É capaz que a espera seja de, no mínimo, 15 anos até o mercado amadurecer o suficiente.

Além disso, existem aqueles que dizem que, no trânsito, o brasileiro não é cuidadoso o suficiente para lidar com uma tecnologia tão incerta.

Para mais informações sobre o setor automotivo, continue no blog do Despachante.com!

2018-06-12T13:47:01+00:00 junho 12th, 2018|Carro|0 Comentários

Deixar Um Comentário