Blindagem de carros: segurança ou alto custo?

Se você está pesando em blindar seu automóvel para fugir da violência urbana, Despachante.com preparou uma matéria especial para alertá-lo sobre os mitos e verdades da blindagem. Confira

O trânsito das cidades faz cada vez mais vítimas graças à violência que existe hoje no Brasil. Se você já parou para pensar em ter um carro blindado, não se assuste, pois a maioria da população já teve o mesmo pensamento na cabeça, mesmo que por apenas alguns minutos. Os altos índices de violência fizeram com que os brasileiros investissem um alto valor para blindarem seus veículos e poder circular com mais segurança, ou pelo menos, com uma sensação mais segura de proteção. E, acredite, os valores não estão mais exorbitantes quando se trata de blindagem de automóveis e até mesmo alguns modelos já estão sendo vendidos com o item.

Veículo blindado/Google

Veículo blindado/Google


Atualmente, o Brasil conta com uma frota de cerca de 120 mil veículos blindados. Esse crescimento é significativo quando comparado ao ano de 2003, quando o país tinha apenas 20 mil veículos com blindagem, crescimento de 445% em apenas dez anos. Hoje, o mercado brasileiro de blindagens é o maior do mundo, mas, infelizmente, não temos nada do que nos orgulhar isso, pois significa que nosso país é um lugar violento.
A média do valor para blindar um veículo varia entre R$47.300,00 e R$200 mil, com crescimento de 5% ao ano, segundo a Associação Brasileira de Blindagem (Abralin). Por conta desse crescimento, algumas empresas estão popularizando a blindagem para que ela fique mais acessível no mercado, com kits pré-moldados para cerca de 20 modelos de automóveis, com preços que variam entre R$18.950,00 a R$33.000,00. No caso de um cliente que possui um Agile, da Chevrolet, que hoje em dia, é vendido por R$40 mil, por exemplo, seria desembolsado mais R$21.950,00 para blindar o automóvel.
Essa mudança pode acrescentar de 90 a 170 quilos a mais no veículo, e a fabricante do produto atesta que esses quilos a mais não provocam alterações no desempenho do carro. Outro ponto positivo é que a instalação é feita em apenas 15 dias úteis.
Existem também diferentes tipos de níveis de blindagem. Por mais que o produto seja certificado pelo Ministério da Defesa, a blindagem mais em conta, para carros populares, se enquadra no nível I da norma NBR 15000 da ABNT, oferecendo proteção contra tiros de armas calibre 38 e abaixo, que são armas autorizadas para comercialização no país (como a .38, .32 e 380).  Porém, de alguns anos para cá, outros calibres passaram a ser vistos com frenquência em assaltos, reflexo do contrabando de armas de outros países. Já a blindagem de nível II, suporta até três tiros de submetralhadoras (pistolas) de 9mm e revólveres .44 Magnum.  Veja aqui a lista completa de níveis de blindagens existes.
Vale a pena investir em segurança no Brasil principalmente quando se trata de um bem tão valioso quanto a sua família. É imprescindível procurar empresas de renome no mercado, que realizam a instalação adequada do produto.

2013-09-02T08:00:01+00:00 setembro 2nd, 2013|Carro|0 Comentários

Deixar Um Comentário